Academia para vegetarianos e veganos é possível e saudável

26/10/2016 | Atividade Física |

Quem pratica musculação a sério, tem uma grande preocupação na hora de comer: escolher boas fontes de proteína. Geralmente, esse problema é solucionado com o consumo de ovos, peito de frango, atum, salmão, bifes magros de carne bovina e laticínios. Se você reparar bem, todos são fontes de proteína de origem animal.

Dessa forma, vegetarianos (aqueles que não comem carne) e veganos (aqueles que não comem nenhum tipo de produto animal) que querem praticar musculação deparam-se sempre com um problema: como obter boas fontes de proteína vegetal?

A alimentação vegana

Os vegetarianos até conseguem se sair bem com facilidade: incluindo claras de ovos, ricota e outros laticínios, a tarefa fica mais simples. Já os veganos precisam ter um pouco mais de cuidado na hora de selecionar suas proteínas.

academia-para-vegetarianos-alimentos

Por muito tempo, a soja foi a solução. Rico em proteína, esse grão versátil é usado para fazer leite, substituto de carne, sobremesas e diversos outros alimentos. Só que a soja, nos últimos anos, vem sendo consumida com mais moderação porque há algumas dúvidas sobre o quanto ela faz bem para a saúde (sobretudo a soja geneticamente modificada).

Um truque para os veganos é combinar sempre em suas refeições (e elas devem ser pelo menos seis ao dia, com intervalos não maiores que três horas, como explica nosso guia de musculação) um ceral e uma leguminosa. Cereais são os grãos que vêm em espigas, como arroz e milho, enquanto leguminosas são os que vêm em bagas, como feijão e ervilha. A combinação dos dois oferece um grupo de proteínas com todos os aminoácidos essenciais.

As verduras também possuem proteínas, porém em quantidades pequenas. Verduras aqui entenda-se por folhas verdes, como espinafre, couve, alface, repolho etc. Aveia e brócolis são outras fontes possíveis de proteína vegetal.

Substituindo a Carne Animal

academia-para-vegetarianos-seitan

Um substituto de carne chamado seitan, feito com farinha de glúten e encontrado em casas de produtos naturais, também é uma excelente opção. Outros substitutos, como tempeh e tofu, são feitos a partir de soja, então é preciso tomar cuidado com a origem do grão.

Existe um site em inglês chamado Vegan Bodybuilding que reúne uma comunidade de fisiculturistas vegetarianos e veganos para discutir o tema, como treinam e principalmente como comem. É sim um pouco mais difícil obter a mesma quantidade de proteínas que um carnívoro come, mas os veganos que realmente querem levar o treino a sério podem se animar com os exemplos de que é possível ganhar muita massa muscular sem ser às custas de nenhum animal.

BUSCA

SIGA NAS REDES SOCIAIS

POST ALEATÓRIO

Dê adeus à barriga já!

A gordura abdominal não só te impede de usar a sua calça favorita, como também é uma ameaça para a...
LEIA ESTE POST

O que comer antes de treinar logo após acordar

Já comentamos aqui que o ideal é praticar atividades físicas na parte da manhã. Porém, estudos...
LEIA ESTE POST

Top 10 vegetais mais saudáveis

Os vegetais são uma parte importante da dieta de todos. Eles contêm dezenas de nutrientes...
LEIA ESTE POST
Share This